Como a tecnologia auxilia bares e restaurantes a venderem mais



Desde o início da pandemia, o setor de bares e restaurantes passou por muitos desafios e também precisou de adaptações para continuar operando e atraindo os clientes. O perfil do consumidor mudou e a tecnologia tornou-se ainda mais fundamental para esses negócios crescerem.


Muitos estabelecimentos ficaram fechados por algum período, enquanto outros encontraram no segmento do delivery, drive-thru e take away uma oportunidade para aumentar as vendas. De modo geral, as ferramentas tecnológicas foram essenciais para viabilizar os novos modelos de negócio e aumentar o faturamento mesmo em tempos de crise.


Onde a tecnologia está presente e como impacta nesses negócios?

- Presença digital e relacionamento com o cliente.

- Flexibilidade na prestação de serviços.

- Cardápios digitais e totens de autoatendimento.

- Pagamento sem contato (on-line, por aproximação, Whatsapp e Pix).

- Sistemas de reservas on-line.

- Redução de custos operacionais.

- Criação de programas de fidelidade, cupons de desconto, vantagens e cashback.


Um novo perfil de consumo

Bares, restaurantes, food trucks e outros estabelecimentos precisam acompanhar as tendências de tecnologia e as mudanças no comportamento dos clientes. Em síntese, os consumidores querem novidades, equilíbrio e facilidades para a rotina.


O que o consumidor procura:

- Mais opções sustentáveis e de alimentação saudável.

- Alternativas para pessoas com alergias, intolerâncias e outras preferências.

- Kits para preparo e/ou consumo em casa.

- Assinatura de serviços de bares e restaurantes.

- Conhecer novas marcas e negócios locais.

- Experiências temáticas em ambientes mais interativos.


Uma solução pode não funcionar para todos os negócios. Então, uma forma estratégica de conhecer o próprio cliente e mapear seus hábitos para oferecer experiências personalizadas é dar acesso ao Wi-Fi e criar um formulário de cadastro para os visitantes. Com isso, é possível realizar pesquisas de feedback, compartilhar promoções e ainda obter informações de perfil dos clientes.


O fim da pandemia também é o fim da digitalização?

Com certeza não. Essas ferramentas facilitam a operação dos negócios como um todo e continuarão sendo usadas mesmo que o fluxo de clientes nos ambientes físicos aumente. Isso porque a experiência do cliente é um ponto importante na tomada de decisão e o atendimento fica muito mais ágil.


Os empreendedores precisam avaliar realidades e estar preparados para riscos. Alguns negócios precisaram e ainda vão ter que lidar com eventual redução de pessoal ou adequação com investimentos em outras áreas como TI ou sistemas de entrega.


No contexto geral, a pandemia apenas acelerou um processo que iria acontecer de forma natural. Essas tecnologias serão cada vez mais usadas e necessárias para os empreendedores que quiserem se manter competitivos.


Seu negócio já está digitalizado e adequado a essas demandas ou você ainda está fazendo o mínimo enquanto os concorrentes avançam a passos largos? É possível investir em tecnologia com um ótimo custo-benefício e garantir mais agilidade e segurança para as suas operações.


Entre em contato conosco hoje mesmo para conhecer as soluções mais adequadas para a sua empresa para atrair clientes e garantir melhores resultados nas vendas.